Como tornar a linha de produção mais eficiente?

Mercado

A linha de produção para a indústria é como o motor para um carro; sem ele o veículo não anda; sem a linha de produção uma fábrica ou indústria não existe; afinal sem ela nada se produz e nenhuma matéria prima se transforma em produto.

Podemos considerá-la também como um dos departamentos mais desafiadores de uma fábrica ou indústria. Isso porque em um mesmo local é necessário harmonizar muitos fatores, como por exemplo:

  • Adequação do espaço para pessoas e máquinas trabalharem em equilíbrio;
  • Saúde e segurança entre outras adequações e normas técnicas reguladoras que vão desde questões trabalhistas ao consumidor final, passando pelas questões jurídicas e burocráticas empresariais;
  • Investimento em tecnologia com foco na redução de custos;
  • Gestão de riscos, administrativa, de qualidade, projetos, entre outros pontos atribuídos a gestão de uma linha de produção;
  • Particularidades do departamento de RH ligados às especificidades do trabalho em linha de produção como turnos, entre outros;
  • Implantação de processo de otimização para ganho de eficiência e produtividade operacional;
  • Mapeamento de atividades e análises de riscos;
  • Avaliação sobre capital de inovação.

Enfim é na linha de produção, muitas vezes chamada de chão de fábrica, que se consegue analisar a eficiência para fazer o contraponto sobre custo e investimento de acordo com os benefícios que determinado equipamento traz dentro dos processos.

Agora nós temos algumas dicas importantes para evitar problemas e melhorar a eficiência da sua linha de produção! Vamos lá?

Metodologias de Gestão para Linha de Produção

Existem no mercado, desde a primeira revolução industrial até a atual, indústria 4.0 (link interno), muitos métodos para ajudar a desenvolver a melhor forma de gestão de uma linha de produção. Isso porque cada fábrica ou indústria, de acordo com seu segmento de mercado, tem necessidades específicas que vão além de softwares de gestão que podem ser usados de maneira generalizada, independente de área de atuação. Neste caso cabe a pesquisa sobre qual se adequa melhor ao seu modelo de negócio.

De modo geral o que cabe para toda indústria, para começar, é a contratação dos melhores fornecedores. E, o que vem a ser “o melhor fornecedor”? É aquele que, entre outras coisas, tem credibilidade no mercado e experiência especialmente em gestão de crise para atender em momentos de adversidades, ou seja, em momentos onde fatores externos impactam no mercado, procure conhecer o histórico desse fornecedor nessas situações.

Invista na comunicação interna para diminuir os ruídos. Aqui vale destacar a transformação digital, com o cuidado para não desumanizar esse contato. Quando se fala em investir na comunicação usando da transformação digital é para otimizar processos e diminuir ruídos. Muitas vezes, apesar de toda tecnologia, o olho no olho é essencial; ainda que seja feito por meio de uma videoconferência interativa onde as pessoas possam se contatar.

Mapear os processos é básico para medir a eficiência da linha de produção. Com isso será possível traçar cronogramas exequíveis, que serão usados para projetar metas atingíveis e assim evitar frustrações e principalmente impactos negativos nos resultados.

Dentro de um cronograma que visa tornar uma linha de produção mais eficiente é fundamental a implantação da gestão da qualidade ISO 9001. Além das diretrizes que atuam em diversas frentes da qualidade, o sistema de gestão ISO atua de maneira contínua, garantindo outros benefícios agregados a implantação efetiva da norma. 

Tecnologia e Sustentabilidade

Saiba usar a tecnologia a seu favor tanto com o uso de ferramentas, máquinas e inteligência artificial, quanto a gestão inteligente do ponto de vista administrativo. Em outras palavras, tenha em sua linha de produção máquinas e equipamentos de última geração, somados aos modelos de gestão de trabalham em conformidade com as normas do Plano Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS, por exemplo.

Ou seja, a linha de produção de uma indústria que gera resíduo pode eliminar o desperdício se tornando fornecedor de matéria prima para outra indústria; por meio do PNRS é possível identificar como fazer seu resíduo se tornar fonte de receita, promovendo um ciclo de sustentabilidade ambiental e financeira.

Outros pontos importantes que irão melhorar a eficiência da sua linha de produção

  • Mantenha um plano de gestão que atue no monitoramento de melhoria continua para se tornar ou se manter como referência no mercado;
  • Transforme os colaboradores em parceiros: uma linha de produção eficiente trabalha com pessoas felizes e máquinas com tecnologia de ponta; em sintonia serão as armas mais poderosas que uma indústria pode ter;
  • Tenha uma política interna para retenção de talentos: esta é também uma maneira de diminuir custos e ganhar em eficiência e produtividade;
  • Mapeie o mercado: este ponto é fundamental para estar sempre pronto para atender a demanda mantendo a qualidade, tanto do produto ou serviço, quanto da entrega e dos prazos;
  • Acompanhe os resultados com periodicidade para que com isso consiga corrigir possíveis falhas antes que cause grandes prejuízos.

Por fim procure uma metodologia, ou crie uma própria, que consiga colocar todos esses pontos conectados como se fosse uma teia. Certamente fará diferença quanto a eficiência da linha de produção e redução de desperdício.

Publicado em 28 julho de 2020

Open chat
Fale com um especialista
Olá, Podemos Ajudar?